SA2CC

SA2CC

PARCEIROS

O SA2CC envolve uma parceria multilateral entre instituições de ensino superior (IES) de países do Programa Erasmus (Roménia, Grécia, Itália e Portugal) e países parceiros da Região 5 – Ásia [Mongólia] e da Região 6 – Ásia Central [Quirguistão]. Os membros do consórcio deste projeto são:

Roménia

Universidade “Ștefan cel Mare” de Suceava (Coordenadora)

A Universidade Ştefan cel Mare de Suceava é uma das universidades mais dinâmicas da Europa de Leste, oferecendo um ensino de graduação e pós-graduação de alta qualidade a um custo relativamente baixo. A USV é uma instituição de ensino superior pública inovadora, que oferece programas de licenciatura, mestrado, doutoramento e pós-doutoramento e conduz investigação científica nos domínios da economia, ciências técnicas, engenharia e informática, ciências naturais, humanidades e saúde. A USV será a coordenadora do projeto. Juntamente com os outros dois parceiros das IES da UE especializados em agricultura (UNITO, AUA), será responsável pela compilação, conceção e criação do material educativo.

Grécia

CreThiDev (Creative Thinking Development)

A Creative Thinking Development (CRETHIDEV), é uma empresa sem fins lucrativos que se dedica à investigação, bem como ao desenvolvimento de material educativo e planos de ação, principalmente nos domínios da aprendizagem ao longo da vida, da proteção do ambiente, da inovação, do emprego, do desenvolvimento local, da saúde, do desporto e da cultura. Através do intercâmbio de conhecimentos e competências, de projetos colaborativos de investigação e formação e da cooperação com universidades, empresas, autoridades públicas e centros de formação, procuram criar um repositório de conhecimentos e facilitar o trabalho em rede e os esforços de cooperação entre autoridades, organizações, associações empresariais, a nível local, regional, nacional, europeu e internacional.  A CRETHIDEV será responsável pela garantia de qualidade do projeto, bem como pelo acompanhamento rigoroso da sua execução.

Grécia

Agricultural University of Athens

A Universidade Agrícola de Atenas (AUA) participa no projeto através do Departamento de Ciências Animais, que exerce uma forte atividade de investigação sobre os efeitos das alterações climáticas na produção animal. A Universidade Agrícola de Atenas (AUA) é a terceira universidade mais antiga da Grécia. Foi criada por lei em 1920 como um instituto de ensino superior independente com estatuto universitário, designado Escola Superior de Agricultura de Atenas. Em 1989, passou a chamar-se Universidade Agrícola de Atenas e está organizada em sete departamentos académicos independentes. A AUA oferece um ensino de graduação e pós-graduação de alto nível e investigação que abrange todos os ramos das ciências agrícolas. A AUA participará na compilação, conceção e criação dos materiais educativos, juntamente com os outros parceiros especializados em agricultura.

Itália

University of Turin

A Universidade de Turim (UNITO) participa no projeto com dois departamentos, nomeadamente o Departamento de Agricultura, Silvicultura e Ciência Alimentar e o Departamento de Ciências Veterinárias. A UNITO é uma das mais antigas e prestigiadas universidades italianas e pode ser considerada como uma “cidade dentro de uma cidade”, promovendo a cultura e produzindo investigação, inovação, formação e emprego. A UNITO é atualmente uma das maiores universidades italianas, aberta à investigação e à formação internacionais. Desenvolve investigação científica e administra cursos em todas as áreas, com exceção da Engenharia e da Arquitetura. É parte integrante da comunidade, intervindo na revitalização de áreas urbanas e suburbanas, promovendo a interação cultural, a integração social e o desenvolvimento, encorajando o diálogo e o conhecimento das realidades atuais. A UNITO será co-líder do WP3 e apoiará o líder deste resultado, a NSU, no desenvolvimento dos cursos.

Mongólia

Escola de Agroecologia e Negócios da Universidade de Ciências da Vida da Mongólia

A Universidade de Ciências da Vida da Mongólia (MULS) tem quatro institutos de investigação principais e sete escolas secundárias. O Instituto de Ciências Agrícolas e Vegetais (IPAS) e a Escola de Agroecologia e Negócios (SAB) são os institutos e escolas da Universidade de Ciências da Vida da Mongólia, situada na província de Darkhan-Uul. Estas instituições estão a funcionar desde 1948 e 1969 na zona de cultivo central da Mongólia. O campus da filial de Darkhan tem uma estrutura única, que inclui investigação, formação e produção. Durante os últimos 50 anos, o IPAS desenvolveu mais de 190 variedades pertencentes a mais de 80 culturas, e cerca de 80 variedades são amplamente cultivadas em todo o país. A SAB implementa programas educativos em 18 áreas de licenciatura, em 6 programas de mestrado e em 1 programa de doutoramento. A SAB será o líder do WP2, apoiando a implementação das atividades nos países dos beneficiários diretos (Mongólia e Quirguistão) e na Europa, com o apoio constante da AUA.

Mongólia

Universidade Eco-Asia

A universidade privada ECO-ASIA Environment University (EAU) é uma universidade especializada em estudos ambientais e, como tal, contribuirá para a conservação das florestas e da paisagem agrícola, o que requer uma abordagem inovadora para enfrentar os atuais desafios das alterações climáticas. A EAU foi criada em 2000 como uma organização não governamental sem fins lucrativos para ajudar os decisores e os cientistas a nível nacional e local, e os setores público e privado, a realizar reformas na política ambiental, a reforçar competências, fomentar a investigação científica e organizar atividades práticas no domínio da proteção ambiental e da gestão dos recursos naturais através da informação e da divulgação de conhecimentos para melhor compreender o ambiente e os recursos naturais e a sua utilização sustentável. Este parceiro será responsável por liderar o WP5, Disseminação e Comunicação.

Mongólia

Soil Habitat

A atividade da ONG Soil Habitat (SOH) consiste em divulgar o conhecimento através da realização de formações de sensibilização e de serviços de orientação para apoiar os agricultores, outras partes interessadas e grupos-alvo na manutenção de uma agricultura sustentável e na proteção do solo e do ambiente. Presta igualmente consultoria técnica aos agricultores sobre a melhoria da fertilidade dos solos e promove novas ideias desenvolvidas pelos investigadores. Por último, dedica-se à capacitação dos agricultores. A AgroLead (AGR) e a Soil Habitat (SOH) conduzirão o processo de distribuição de questionários junto dos agricultores e das empresas do setor agroalimentar.

Quirguistão

Universidade Estatal S. Naamatov Naryn

A Universidade Estatal de Naryn (NSU) e, em particular, a Faculdade Técnica Agrária, oferece cursos de agricultura sustentável, tanto a nível de licenciatura como de pós-graduação, que precisam de ser atualizados. A NSU implementa programas educativos em 29 áreas de licenciatura, em 4 programas de mestrado e em 5 programas de doutoramento. O Gabinete de Relações Internacionais (IRO) é uma subdivisão da Universidade Estatal de Naryn. Os principais objetivos do IRO são: a) Desenvolvimento e apoio das relações da NSU com as estruturas científicas e educacionais internacionais; b) promoção do desenvolvimento de projetos e programas para melhorar o processo educacional. As áreas prioritárias da investigação científica na universidade são: educação escolar, tecnologias agrícolas, utilização de recursos naturais, problemas de energia; melhoria da eficiência das tecnologias, desenvolvimento de tecnologias de informação, desenvolvimento de tecnologias de produção, transformação de produtos amigos do ambiente. Os investigadores terão uma forte participação na garantia de qualidade e monitorização do projeto.

Quirguistão

Universidade Estatal Issyk-Kul

A Universidade Estatal de Issyk-Kul (IKSU) é uma universidade moderna e relativamente bem integrada na comunidade educativa mundial. O departamento de ciências naturais da IKSU participou no projeto Erasmus+ EGEA “Enhancing Green Economy in 3 countries of Asia (India, Kyrgyzstan and Nepal)” em 2018-2022. Oferece cursos sobre alterações climáticas e agricultura sustentável que têm de ser atualizados. Coopera com mais de 80 instituições de ensino da CEI e de países estrangeiros, e acolhe voluntários estrangeiros, professores e estudantes de outros países no âmbito de diferentes programas de intercâmbio. A IKSU tenciona desenvolver sérios esforços para alargar e desenvolver laços com colegas de outras instituições de ensino superior e de investigação científica no país e no estrangeiro. Este parceiro terá um papel importante no WP3, que corresponde ao desenvolvimento da plataforma educativa e dos respetivos cursos, criados com base nos programas de estudo atualizados.

Quirguistão

AgroLead

A AgroLead é uma organização líder no domínio da agricultura, que trabalha para reforçar a capacidade dos produtores agrícolas, das empresas de transformação e de outros atores do mundo agroalimentar na Ásia Central através de serviços de consultoria, formação, marketing e informação, de acordo com os princípios da economia verde e da adaptação às alterações climáticas. A Agrolead implementou mais de 150 projetos agrícolas desde a sua criação até agora. Os clientes da AgroLead são pequenos agricultores e grandes explorações agrícolas, empresas agro-industriais (fornecedores de produtos, empresas comerciais e empresas de transformação), cooperativas, associações e grupos formais e informais do sector agrícola, lojas de produtos agrícolas e veterinários, entre outros. Esta organização contribuirá fortemente para o processo de recolha de necessidades junto dos agricultores e empresas do setor agroindustrial, juntamente com a Soil Habitat (SOH).

Portugal

Instituto Politécnico do Porto (IPP)

O Instituto Politécnico do Porto (IPP) foi selecionado para orientar a componente TIC no projeto, apoiando a formação dos parceiros nesta área, em colaboração com a Virtual Campus (VC). O IPP e, em particular, a Escola de Engenharia /ISEP, tem uma vasta oferta de programas relacionados com as Energias Renováveis, como é o caso do Mestrado em Energias Sustentáveis. Com o Mestrado em Energias Sustentáveis, o ISEP forma engenheiros com conhecimentos especializados para planear e implementar estratégias sustentáveis de produção, distribuição e gestão de energia. O I&D GILT – Games, Interaction and Learning Technologies é uma estrutura, localizada no ISEP, focada na análise, conceção, desenvolvimento e disseminação do conhecimento científico e técnico nas áreas dos Jogos Sérios, Interação Pessoa-Máquina e Tecnologias de Aprendizagem. O IPP atuará como especialista em TIC do projeto e, assim, desenvolverá os resultados relevantes e transferirá conhecimentos para os países parceiros. Além disso, o IPP terá um papel ativo nas subtarefas de desenvolvimento e será co-líder do WP5- Disseminação e Exploração, juntamente com a EAU, que será o líder deste WP.

Portugal

Virtual Campus Lda.

A Virtual Campus é uma empresa de consultoria, formação e desenvolvimento na área da aprendizagem assistida por tecnologia, jogos sérios e sistemas de informação. A sua visão é promover ativamente o desenvolvimento da sociedade do conhecimento, apoiando entidades do setor público e privado no processo de design e desenvolvimento de estratégias e projetos que levem a elevados benefícios para a sociedade. Localizada no Porto (Portugal), a VC mantém ligações próximas com várias universidades e empresas da região, e já trabalhou com autoridades locais e regionais, associações empresariais, entidades educativas e companhias especializadas. Neste projeto, a Virtual Campus será responsável pelo desenvolvimento da identidade visual do projeto, pelo seu website e plataforma de formação.