SA2CC

SA2CC

Agricultura, silvicultura e pecuária sustentáveis para fazer face às alterações climáticas

SOBRE O PROJETO

O projeto “Agricultura, silvicultura e pecuária sustentáveis para fazer face às alterações climáticas” (Sustainable Agriculture, forestry and live-stock production towards Climate Change – SA2CC) alinha-se com as prioridades estabelecidas pelo Green Deal (Pacto Ecológico) e com os objetivos ligados à transformação digital. Foi concebido para apoiar o desenvolvimento económico, social e humano, bem como para capacitar os cidadãos, as instituições e os profissionais para enfrentarem eficazmente os desafios decorrentes da crise climática (CC).

Espera-se que este projeto tenha, por um lado, benefícios a curto prazo, que incluem a otimização dos programas de aprendizagem existentes através da integração de tópicos relacionados com as alterações climáticas e de abordagens de adaptação e mitigação, o aumento da competitividade no meio académico e o reforço da colaboração regional e internacional.

No entanto, espera-se também um impacto a longo prazo no setor privado (com benefícios para os agricultores, cooperativas, empresas do setor alimentar, etc.), uma vez que se espera que os resultados do projeto possam ser implementados nas seguintes áreas.

As emissões excessivas de gases com efeito de estufa contribuem, em grande medida, para a crise climática, que se traduz em fenómenos meteorológicos extremos como secas, inundações, incêndios florestais e ondas de calor. Estes fenómenos conduzem ao colapso das colheitas, à degradação das terras e ao declínio da fertilidade dos solos. Para enfrentar estes desafios e garantir a segurança alimentar, devem ser desenvolvidas e validadas práticas de agricultura inteligente para o clima (climate-smart agriculture – CSA). Neste projeto, os parceiros da Mongólia e do Quirguistão, em particular, reconhecem a necessidade de atualizar os programas curriculares das suas universidades de modo a serem incluídos módulos ou disciplinas voltados para a minimização dos impactos da agricultura nas mudanças climáticas e para a adaptação das culturas à crise ambiental.